quarta-feira, 28 de setembro de 2016

caderno de ateliê 61 / 13




























E assim esses rostos da última quinta parte do caderno vão se afastando mais e mais dos primeiros, sobras dos recortes para o livro BILHETES PARA WALLACE, de Paulo Venturelli. Quando menos esperava, esse barbudo picasseano sobre azuis de Ianelli. Ainda uma vez lembro de Poty: descarregos, esses recortes são meus descarregos, quando estou de varde, entre uma tela e outra, entre um poema e outro. Como o livro das bicicletas, como o livro dos jogos, volto que volto às variações sobre o mesmo tema. São minhas chaconas - que ofereço aos curiosos que eventualmente passarem por aqui.

4 comentários:

Beto Paiva disse...

Olá Carlos boa noite. Escrevo para dizer-lhe o quão adoráveis são esses cadernos...maravilhosos...Grande abraço Beto Paiva

Beto Paiva disse...

Olá Carlos boa noite. Escrevo para dizer-lhe o quão adoráveis são esses cadernos...maravilhosos...Grande abraço Beto Paiva

Beto Paiva disse...

Olá Carlos boa noite. Escrevo para dizer-lhe o quão adoráveis são esses cadernos...maravilhosos...Grande abraço Beto Paiva

carlos dala stella disse...

Grato, Beto. Até o final do ano sai um curta sobre meus diários de ateliê. Quando ficar pronto posto o link. Grande abraço