terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

poemas de madeira / 5










4 comentários:

Zaclis Veiga disse...

adorei cada um desses poemas. lindo, como tudo que você toca. abraço

carlos dala stella disse...

Zaclis, que bom que você continua passeando por aqui. E agradecido por tuas palavras, ainda uma vez. abraço.

Jorge Brum disse...

Esta escultura é muito leve, belo trabalho.
abço Jorge Brum

carlos dala stella disse...

Jorge, parte da estrutura foi feita com um jogo de mancala. Tudo está apenas encaixado, mesmo as varetas de bambu. Grato por ter estado aqui. Abraço